Arquivo da tag: barcelona

O lado nudista de Barcelona

Era relativamente comum ouvir falar da ocorrência de pessoas nuas em Barcelona, quando comecei a morar lá, na temporada de 2008/2009. “Gente pelada na cidade era assunto de rodinha de amigos, Adriana?” Não foi isso que eu quis dizer. O “relativamente” não foi usado à toa aqui.

Antes de ir morar em Barcelona, o tema em questão não estava presente na minha vida cotidiana em nenhum grau, em Niterói ou no Rio. E, sabe-se lá por quê, quando passei a ser moradora daquela cidade, não é que o assunto fosse muito frequente, mas ele passou a existir.

Logo nos primeiros dias, ao me encontrar com uma amiga minha, também brasileira, que conheci pela internet, fiquei sabendo que ela tinha visto, não fazia muito tempo, um homem pedalando uma bicicleta completamente nu.

As torres (pináculos) do templo da Sagrada Família, entre uns ramos de uma árvores.

Esta é a Sagrada Família, atrás de uns ramos de árvores.

Continue lendo

Gostou?

O lado doloroso de Barcelona

Foto de uma das praias de Barcelona. Tirada da calçada. Vê-se gente exercitando-se na calçada, um prédio que tem um formato que lembra uma baleia, a areia e o mar.

A paisagem é monótona mas, ainda assim, a praia é um grande atrativo da cidade.

Como eu já disse algumas vezes, em 2008-2009, eu morei em Barcelona, onde fazia um curso de pós-graduação. Eu estava empolgada em morar em uma cidade com praia. Não sei por quê. Afinal, até então, eu só tinha morado em uma cidade com praia mesmo, que era Niterói. Vai entender a minha cabeça. Continue lendo

Gostou?

Os lados es(x)quisitos da horchata.

Quando morei em Barcelona, em 2009, tive o prazer de conhecer uma bebida refrescante chamada horchata de chufa. Ou, em valenciano, orxata de xufa.

Foto de um copo com Horchata.

Horchata geladinha!

Ainda era inverno quando soube, através de uma amiga, da existência desse líquido suavemente doce. A horchata deve ser tomada muito fria, o que nos leva a pensar que deve ser consumida no verão. Principalmente porque, no inverno, só dá vontade de tomar chás, cafés e chocolates quentes. Digo por mim, claro. Os fiéis à cerveja, por exemplo, não a deixam por nada, pouco importando a estação do ano.

Mas, enfim, a horchata, como não é alcoólica, não tem esse apelo nos dias de frio. Mas nos dias quentes, mmmm…! Que delícia!

Estou eu aqui dizendo maravilhas da horchata e, muito provavelmente, acontecerá algo que é pouco vantajoso neste mundo de experiências sensoriais: a expectativa de quem lê este texto. Nós, brasileiros, temos a tendência a preferir o doce bem doce. Continue lendo

Gostou?