Arquivo da tag: escócia

O lado multifacetado da Escócia.

Kilt Rock rocks!

Era outono de 2014. No hemisfério norte, ele começa no final de setembro e vinha chegando para dar uma trégua no calor e colorir as ruas com belos tons avermelhados. De fato, cada estação tem os seus encantos e particularidades. E para aproveitar e se deleitar com esse espetáculo da natureza, um destino altamente recomendável para essa época é a Escócia. E quando digo Escócia, me refiro a diversas cidades.

Edimburgo, a capital, provavelmente é a mais lembrada quando se pensa em território escocês. E de fato é linda, cheia de atrações, movimentada como uma metrópole mas sossegada como uma cidade pequena. Um dos dois castelos mais importantes do país está ali e é o imperdível Edinburgh Castle. Sustentado sobre uma rocha de proporções gigantescas, a edificação que ali repousa exibe ao público um rico conteúdo formado por agradáveis jardins, luxuosos salões, intrigantes acervos militares e ostentosas coleções de jóias. Continue lendo

Gostou?

O lado poderoso de uma palavra.

Entrada da ponte que leva ao castelo. Vê-se o castelo ao fundo.

Sejam bem-vindos ao Eilean Donan Castle! Por aqui! Por aqui!

Como já contei em outras ocasiões, em outubro de 2014, fiz uma excursão à Escócia, com uma amiga brasileira, a Carol. A ideia era conhecer diferentes pontos do país e, por isso, concluímos que fazer os percursos com excursões seria mais prático, já que aos lugares que queríamos ir não se chegava facilmente com transporte público.

Carol, que já tinha um prévio conhecimento sobre as principais atrações turísticas escocesas, fez um levantamento dos passeios mais interessantes e que incluíam, em seus itinerários, os principais castelos. Olha que maravilha! Continue lendo

Gostou?

O lado mágico de um castelo.

Uma parte do castelo, vista de fora.

Apenas uma pequena parte deste impávido colosso.

Já ouviram falar do Castelo de Stirling? Situado em Stirling, na Escócia, exibe uma impressionante arquitetura e repousa sobre uma colina, a Castle Hill (Colina do Castelo), composta de rocha vulcânica. Ou seja, trata-se de um imenso castelo em cima de uma imensa pedra, com precipícios em três dos seus lados. E isto, por si só, já seria fascinante.

Como sempre se pode surpreender, o Stirling Castle, como é conhecido por ali, não deixa por menos. Seus pátios internos são muito bem cuidados e seu interior é de fato uma surpresa. Continue lendo

Gostou?

O lado aconchegante das Highlands

Eu no alto de uma montanha nas highlands.

Pessoa que vai temática fazer turismo na Escócia. Dêem uma gaita de foles para ela!

Muitos despertares ao raiar da aurora. Se, nos verões grego e egípcio, me levantava cedo para visitar os pontos turísticos antes das 15h com o objetivo de não ser esturricada pelo calor do Sol, no outono escocês o motivo do alarme tão cedinho era outro: conseguir aproveitar ao máximo os tenros raios solares que tocam essa parte do planeta naquela estação do ano. E tão prontamente se vão, trazendo o início da noite às 16h da tarde.

Um grande sacrifício não era, em realidade. Mas o esforço, ainda que nada dramático, dava um ar de recompensa aos lugares visitados. Continue lendo

Gostou?

O lado fofo de uma lembrança.

Foto do Lago Ness em um dia nublado. Árvores em volta e gramado.

Ei! Alguém aí?! Em Loch Ness.

Quando eu era criança, o meu dinossauro preferido era o plesiossauro. Meu irmão e eu tínhamos uma enciclopédia de História Natural onde havia uma ilustração desse animal gigante, verde, com pescoço comprido, patas de nadadeiras e boca cheia de dentes pontiagudos que me causava um misto de admiração e medo. Já me disseram que ele não é exatamente um dinossauro, ou seja, não se encaixa nessa definição, mas tudo bem. Para mim, é dinossauro sim. Dino significa terrível. Sauro quer dizer lagarto. Vai me dizer que o plesiossauro é um fofo? Não. Então é dinossauro e pronto. Humpf! Continue lendo

Gostou?

O lado sincero do Haggis.

Quando se viaja a um lugar, deseja-se conhecer sua cultura, sua História, seu povo, sua natureza e sua comida, claro. Pelo menos eu sou assim.

Na Escócia não foi diferente. Antes de chegar em tal país, ainda passeando pela Irlanda, uma colega de excursão, paquistanesa, que já havia estado em terras escocesas, me disse que eu TINHA que provar o Haggis. E voltou a dizê-lo outras vezes mais.

Padrão decorativo.

Já em Edimburgo, capital escocesa, paramos em um restaurante, uma amiga brasileira e eu, para jantar. “Ummm… Haggis… Acho que vou pedir, é típico daqui!”, disse eu, olhando o cardápio. Ao que a minha amiga comentou: “Eu pediria, mas tenho receio de pedir algo que não conheço. Podia ter uma foto aqui, para a gente ter uma ideia de como é.

Quando a garçonete se aproximou para anotar os pedidos, minha amiga perguntou: “Por favor, estamos querendo pedir o Haggis, mas seria possível ver alguma foto para saber como é? É que não fazemos ideia do que seja.” A mocinha disse: “Oh, sim!” E rapidamente pegou, da outra mesa, uma cartolina A4 plastificada. Pensei: “Nossa! E não é que ela tinha uma foto, separada, do tal prato mesmo?”

Minha amiga pegou a cartolina e começou a fazer caras estranhas. Continue lendo

Gostou?