O lado prático da viagem à Grécia.

Bom, normalmente, eu planejo as viagens por minha conta, ou seja, eu mesma compro as passagens e reservo hotel e decido os passeios. Eu também estou acostumada a viajar sozinha e não vejo problema nisso. No entanto, para ir à Grécia, confesso que estava um pouco com medo de ir sem ninguém. Isso pelo que eu via na televisão sobre as manifestações que aconteceram lá, embora seja só um recorte da situação como um todo. E também porque eu não sabia o que eu ia encontrar por lá em termos de infraestrutura.

Então, por causa disso, fui a uma agência de viagens procurar um pacote que tivesse excursão, para eu poder estar com um grupo e, assim, não estar sozinha. Além disso, as passagens Madri-Atenas estavam caras. Mesmo as mais baratas eram caras. Eu costumo viajar em companhias low cost, mas não havia passagens dessas para lá. Então, pensei “Se é para gastar, vou gastar direito”. E fui à agência. Acabou que eu fui seduzida por um pacote ultra completo e não resisti aos encantos do mesmo.

A viagem foi divida em três partes: Atenas, Peloponeso+Meteora e Cruzeiro pelas ilhas. Situando no tempo, isso foi no final de julho e início de agosto de 2013.

ATENAS

Odeon, teatro antigo.

O Odeon de Herodes Atticus, em Atenas.

Fiquei em um hotel chamado Titania, muito bem localizado. É de 4 estrelas e, bem, costumo ser mais humilde nas minhas viagens, mas com a agência, o pacote incluía hoteis desse tipo. Gostei muito, está a 30 minutos caminhando da Acrópole e de Plaka, o bairro que bomba à noite por causa dos restaurantes e bares. Minha estância em Atenas foi dividida em três partes. Foram dias intercalados entre a excursão ao Peloponeso+Meteora e o cruzeiro. Uma das vezes que cheguei, fui colocada em um quarto no quinto andar e não era muito bom. Não sei por quê, mas os andares mais altos são bem melhores nesse hotel. O café-da-manhã era uma delícia. Completíssimo. Tinha coisas comuns e comidas típicas também. Até tinha comidinhas que, na minha opinião, eram mais de almoço do que de café. Davam sustância! Outra coisa boa nesse hotel é a vista para a Acrópole que ele tem no restaurante. Eu acabei não indo ver essa vista, mas pessoas que eu conheci disseram que é maravilhosa. Mesmo pessoas que não estão hospedadas no hotel podem ir lá apreciar a vista. À noite é que é recomendável, pois é mais bonito por causa da iluminação.

Bom, em Atenas há muitas coisas para se ver. Tem um ingresso que é um combinado para visitar diversos lugares. Custa 12 euros e dá direito a entrar na Acrópole, Antiga Ágora, Museu Arqueológico de Karameikos, Biblioteca de Adriano, Museu da Antiga Ágora, Ágora Romana, Templo de Zeus Olímpico e algum mais que eu possa estar esquecendo. Vale por vários dias, pois é impossível visitar tudo em um ou dois dias apenas. Vale prestar atenção ao horário em que os lugares fecham. Eu papei mosca e não pude entrar no Templo de Zeus Olímpico e na Biblioteca de Adriano, por exemplo, porque fechavam bem cedo, tipo 15h30. Isso no verão.

O Novo Museu da Acrópole é bem legal e recomendo. Sua entrada não está incluída no combo que mencionei anteriormente. Acho que o ingresso custa 8 euros. Além de informações curiosas que se podem aprender lá, o ar condicionado dá uma boa refrescada! Sério, é muito quente no verão. Hehehe! Mas tudo é diversão nas férias, né?

Sabe aqueles ônibus que tem em várias cidades turísticas, com dois andares e audioguía? Eu nunca usei, mas em Atenas, sim. Foi até um amigo quem me recomendou. Tem o clássico, que é aquele vermelho. Mas tem também um amarelo que é de uma empresa local e é mais barato. O bilhete vale por dois dias. Achei interessante pois vai contando a História à medida que vai passando pelos lugares. Tem audio em Português Brasileiro. Com sotaque paulista. Você pode descer em qualquer ponto que quiser. E pode ficar passeando ou visitando os lugares o tempo que melhor lhe convier. Os pontos estão bem sinalizados e a pessoa recebe um folder com os horários em que o ônibus vai passar em cada parada. Há a opção de comprar o bilhete que leva também a Pireus, que é onde está o porto. Quando fui a essa parte, me arrependi de não ter levado biquíni, pois havia muitas pessoas na praia.

Também me disseram que pode-se fazer mini passeios às Ilhas, ali. Eu não fui, pois já ia fazer o cruzeiro do pacote, mas poderia ser uma boa ideia.

Sobre comidas, tem o famoso musaka, que é tipo uma lasanha, mas sem massa. É com carne moída e um creme branco, o bechamel. Bolinhas de carne moída com recheio de queijo, mas não sei o nome, também é típico. O que eu mais gostei foi a coisa mais idiota! É um molho que se chama tzatziki e é feito de iogurte, pepino, alho… É um pouco picante e achei uma delícia. Fui a um restaurante e não tinha no cardápio, mas pedi e eles fizeram. Aliás, só fui a restaurante um dia. Nos outros, eu comi coisas como gyros (churrasquinho grego com uma espécie de pão árabe em volta) e crepe, que são opções mais baratas de alimentação. Mas os restaurantes turísticos ficam ali pela rua Adrianou, perto da Antiga Ágora. Outra coisa que se toma muito é o frapê, que é café com gelo triturado. Pode ter leite ou não. Eu gostei!

Não cheguei a pegar metrô e essas coisas. Fiz tudo a pé ou com o tal ônibus de turismo amarelo. Alias o tal ônibus não é barato não, mas para ver os lugares e ouvir a História, está legal.

PELOPONESO+METEORA

Penhascos em Meteora.

Incríveis formações rochosas em Meteora.

Nessa excursão conheci a região do Peloponeso, que é uma península, e Meteora, lugar espetacular em rochedos e mosteiros. Eis as cidades pelas quais passei:

:: Corinto :: Foi só passagem. O ônibus da excursão parou para que a gente visse o Canal de Corinto. Acho que é isso o mais importante da cidade mesmo. Gostei bastante de ver.

:: Epidauro :: Amei! Ali está o Teatro Antigo de Epidauro, que é descomunal. Também está ali o Santuário de Esculápio, o deus da Medicina.

:: Olímpia :: Também adorei. Sítio Arqueológico de Olímpia e Museu, que está ao lado. Mente sã em corpo são!

:: Delfos :: Muito recomendável também. A minha preferida. É uma cidade construída no alto de montanhas. É tida como origem do universo, na mitologia. Tem toda aquela lenda de uma serpente que habitava uma pedra e era quem mandava por ali. Tudo ia muito bem, até que passou a ir muito mal. Então chegou Apolo, matou a serpente e passou a ser o deus local. Delfos também é conhecida pelo seu oráculo. Sacerdotisas aspiravam a fumaça que saía das rachaduras das rochas e, com isso, faziam previsões. Essa fumaça vinha de uma rachadura geológica e continha gases que bem poderiam deixar qualquer um doidão. Caminha-se um pouco ladeira acima até chegar lá. Mas nada de mais.

:: Meteora :: Lindíssimo lugar. Uns rochedos impressionantes, vale ver! Ali há muitos mosteiros que, aliás, ficam nas pontas desses rochedos. Bonito mesmo.

CRUZEIRO

Praia em Míkonos.

Entardecer em Míkonos.

O nome do cruzeiro era Louis Cruises e achei bem bom. Nunca tinha feito um, mas sei que há melhores. No entanto, não tenho do que me queixar. Estava tudo perfeito. Quatro refeições diárias incluídas e bem fartas. A minha cabine era bem pequenininha, mas eu a usava só para dormir mesmo, passando o resto do dia nos decks e nas ilhas, então, não era problema. A do pacote era interna, mas pedi, ainda na agência, para mudar para externa, por um acréscimo de valor que acho que valeu a pena. Sem janela seria claustrofóbico. Cruzeiro é tipo um catálogo de ilhas, afinal. Você conhece um punhado delas, mas bem rapidamente. O ruim é a rapidez. O bom é a variedade. Porém achei ótimo, pois mesmo a experiência de viajar de navio é legal. Ficar morgando, deitada, pegando sol e vendo a paisagem se modificar à sua volta é ótimo! Outra coisa que pode ser “ruim” são os horários rígidos. Hora para comer, hora para desembarcar, hora para acordar… Mas, sinceramente, me diverti até com isso. As ilhas:

:: Mikonos :: Um amor de lugar. Muito charmosa. Arquitetura simples e bela. Tudo branco e azul. À noite é bem bonito. Minha parada lá foi à tardinha. Não posso opinar sobre as praias, infelizmente. Achei bem romântica, com as pessoas jantando ao ar livre e vendo o por do sol.

:: Turquia :: A única parada que não era uma ilha grega. Desembarcamos em Kusadasi e eu paguei por uma excursão adicional a Éfeso. Lá conheci mais um sítio arqueológico. Havia outra excursão que era para visitar a casa da Virgem Maria. Amigos meus que foram, gostaram. Destaque para a cor do mar em Kusadasi. Azul turquesa mesmo!

:: Patmos :: Ali visitei a caverna onde João supostamente ditou o Apocalipse a um discípulo seu. Não sei qual João é esse e, pesquisando na internet, descobri que não há uma conclusão mesmo sobre isso. Mas, enfim, gostei muito também. As vistas são bem bonitas e achei bem parecidas com as de Niterói.

:: Rodes :: Muito bonita! Praias fantásticas e uma cidadezinha medieval que é um charme. Tem o Castelo de Cavaleiros, que achei muito bonito. Nessa ilha passei um dia inteiro e adorei.

:: Santorini :: Exótica! Tem o charme parecido com o de Mikonos, mas é mais exuberante em sua natureza. Sua constituição é vulcânica e as rochas são impressionantes. Tem aeroporto lá, ou seja, pode-se ir de avião, se quiser. Como fui de navio, ao chegar, tive que subir de teleférico. Pode-se subir de burro também, mas o pessoal do cruzeiro não recomendou, pois, embora raro, o burro pode tropeçar e cair com a pessoa. Eles vão por um caminho pavimentado e com degraus. Há a alternativa de subir a pé, mas demora e, com o calor de rachar o coco, não me pareceu muito agradável no verão. Teleférico é a melhor opção, a meu ver. A minha parada lá foi muito rápida e não fui às praias, mas sei que são bem famosas. O lugar é muito bonito e com vistas espetaculares. Eu voltaria lá com mais calma.

************

:: o lado FAMILIAR da VIAGEM À GRÉCIA::

:: o lado GINCANA do CRUZEIRO PELAS ILHAS GREGAS::

:: o lado EMBASBACANTE de EPIDAURO ::

:: o lado AMOSTRINHA de SANTORINI ::

:: o lado MENTE SÃ EM CORPO SÃO de OLÍMPIA ::

:: o lado FANTÁSTICO de DELFOS ::

:: o lado POÉTICO de MÍKONOS ::

:: os DOIS lados de RODES ::

Gostou?

4 ideias sobre “o lado PRÁTICO da VIAGEM À GRÉCIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *